• (38) 3532-1200 Ramal 8145
  • secretaria.ppged@ufvjm.edu.br

Arquivo por autor

Qualificação 47

Titulo: TERCEIRIZAÇÃO E GESTÃO EDUCACIONAL: Um estudo de caso no Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial Diamantina-MG entre 2012-2018

RESUMO

A presente pesquisa tem como objeto de investigação o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, Diamantina-MG, e visa analisar a Terceirização na Gestão Educacional no período de 2012 a 2018. Dessa forma busca-se a verificação das condições objetivas de trabalho dos terceiros, que atuam na Instituição, identificando os impactos dessas condições para a gestão pedagógica e administrativa da instituição de ensino. Partindo deste pressuposto, a presente pesquisa pode ser caracterizada quanto aos seus objetivos de natureza qualitativa, e também classificada como bibliográfica exploratória, pois envolve análise bibliográfica e documental. Verificou-se no decorrer do estudo que a contratação de funcionários se faz através do Contrato de Prestação de Serviços Autônomos de Instrutoria Acadêmica ou através da contratação de uma empresa de serviços de conservação e limpeza. Foi evidenciado que a Instituição, realiza contratações constantes para suprir a falta de orientadores de cursos, conforme planejamento da unidade. Tal fato evidencia uma deficiência no quadro de pessoal, em que o número de autônomos supera o número de colaboradores contratados como horistas/mensalistas da unidade. Foi identificado que a contratação dos terceiros considerados autônomos prestadores de serviços educacionais é uma prática comum e estas contratações são de acordo com a necessidade para a execução dos cursos extra planejados. Dentre os achados do trabalho, verificou-se que os fatores determinantes que levaram a empresa a terceirizar parte do trabalho considerado administrativo, como a força de trabalho dos serviços de limpeza, portaria e parte do corpo docente, foi a facilidade de contratação de docentes terceirizados para suprir demandas extra planejadas e desburocratizar o processo de contratação existente dentro da Instituição. Contudo, os docentes terceirizados contribuem de forma satisfatória na análise de satisfação realizada nas turmas executadas por docentes terceirizados. Constatou-se que não há perda pedagógica nas turmas dos docentes autônomos. Em relação a prestação de serviços de Conservação e Limpeza nota- se que a Instituição optou por esta modalidade a fim de reduzir custos operacionais e obtenção de colaboradores mais rapidamente e sem burocracia na contratação; uma vez que os custos com encargos podem chegar a quase 100% do valor nominal do salário pago aos colaboradores terceiros. Por fim, destaca-se que este trabalho não teve como objetivo esgotar o assunto, mas sim colaborar para o enriquecimento das discussões de modo a fornecer subsídios para futuros estudos acerca do tema. Espera- se que os resultados apontados neste trabalho possam estimular na Instituição educacional alvo deste estudo, avaliar a modalidade de contratação existente e oportunizar os gestores a reverem o processo de forma a realizarem eventuais ajustes necessários.

Palavras-Chave: Terceirização; Gestão educacional; Prestação de Serviços.
Discente: Martha Cristianne Araújo Tolentino Castanheira

Orientadora: Drª Geruza de Fátima Tome Sabino
Membros da Banca:
Dr. Flávio César Freitas Vieira – UFVJM
Dra. Cinthya Rocha Tameirão – UFVJM
Dr. Edson Moura da Silva – FAMINAS-BH (Membro externo)
Data: 26/06/2019
Horário: 14:30hs.

Cláudio Vieira

Qualificação 46

Título da Qualificação: A PERPETUAÇÃO DE UMA CULTURA ESCOLAR: O TECNICISMO COMO CONDICIONANTE IDENTITÁRIO NA ESCOLA TÉCNICA FEDERAL DE JANUÁRIA DE 1993 A 2008.

A Educação Profissional de Nível Técnico no Brasil tem provocado na atualidade, discussões sobre os rumos das dinâmicas impostas pelo desenvolvimento científico- tecnológico face ao eixo trabalho e educação. A história desta estratégica modalidade educacional vem sendo rememorada a fim de remodelar os planejamentos para seu futuro. O âmago da maior expressão desta história de 110 anos, centra-se na grande relevância da inclusão social daqueles que estão fora do processo produtivo e do contexto social. Mas esta educação guarda, também, traços de uma dualidade enfatizada nas diversas evidências de contradições entre a formação geral propedêutica e a formação de ofícios tencionada pelo mundo do trabalho. Diante das características originárias desta modalidade educacional, a presente pesquisa coteja os conceitos provenientes das categorias temporais desenvolvidas por Koselleck (2006) – campo de experiência e horizonte de expectativa. A perspectiva de que cada uma das categorias temporais pode imaginariamente se alterar, contrair ou se expandir, o que ocorre em cada época ou sociedade, modificando-se também a maneira como são pensadas e sentidas as relações entre elas, é trazida para uma análise ocorrida dentro da Escola Técnica Federal de Januária, instituição “quinquagenária”, e nome conhecido na oferta de educação profissional na região do Médio São Francisco no norte de Minas Gerais. Dentro deste cenário, a presente pesquisa retoma a utilização de uma perspectiva histórica no campo da educação para problematizar as possíveis crises identitárias deste locus de pesquisa, criadas durante as transformações deste, especialmente na mutação entre Escola Agrotécnica Federal de Januária ao Instituto Federal do Norte de Minas Gerais campus Januária. Iniciando-se, assim, no ano de 1993 ao ano de 2008. Em sua natureza qualitativa, a pesquisa desenvolveu o método da utilização da pesquisa bibliográfica, documental e oral objetivando analisar quais políticas públicas foram importantes para que ocorressem as transformações das instituições de ensino técnico- profissionalizantes nas décadas de 1990 e 2000. Estudar as concepções pedagógicas, enquanto parte da identidade da instituição, e as influências destas nas práticas do ensino da referida escola. Bem como, investigar as características identitárias do locus pesquisado, explorando parte das memórias deste após os anos de 1990. Esta pesquisa chegou a resultados preliminares, onde o primeiro capítulo, por meio da metodologia proposta, observou o alinhamento dos movimentos políticos, sociais e econômicos ocorridos na sociedade às mudanças implementadas no campo educacional profissional, percebendo assim, que todos estes movimentos políticos carregavam intencionalidades fortemente guiadas por interesses econômicos. Nesta ótica a Educação Profissional de Nível Técnico foi vista, por muitos anos, como uma ferramenta de impulso econômico, convergindo em proposta de mercantilização da educação. As mudanças ocorridas no campo educacional do Brasil, ao final dos anos 90, se caracterizaram por aproximações ora mais alinhadas aos interesses mercadológicos, ora mais afinadas aos interesses da equalização social, e deram o tom na questão da expansão, consolidação, crises, ampliação do foco, atendimento a questões econômicas da cultura regional, dentre outras. Caracterizando, portanto, o que ousamos em chamar de identidade institucional escolar das instituições de ensino técnico e tecnológico. O segundo capítulo chegou ao resultado preliminar de que com o passar dos anos juntamente ao “amadurecimento” das práticas de ensino agropecuário, surgiu na instituição pesquisada, um construto inclinado para as áreas agrárias. Desta forma, as transformações identitárias neste locus de pesquisa ocorreram paralelamente aos movimentos políticos que muitas vezes culminaram na mudança de nomenclatura da instituição. Estas mesmas transformações identitárias sempre foram pautadas por princípios tecnicistas, e posteriormente, convergidos em princípios neotecnicistas. Os supracitados princípios “respingados” de aspectos provenientes da educação libertadora operaram de forma a instituir uma característica identitária no locus de pesquisa, na medida em que serviram de diretrizes contributivas para que o sistema educacional se torne harmônico, justo, orgânico e funcional, e neste sentido coube à prática pedagógica, tanto tecnicista quanto a libertária, organizar e desenvolver o processo de aquisição de habilidades mercadológicas e conhecimentos críticos humanísticos. Chegou-se ao resultado, também, que o curso Técnico em Agropecuária, curso fortemente enraizado na identidade institucional da mencionada escola, corroborou por representar uma materialidade simbólica perante a comunidade escolar e microrregional, na verticalização do ensino, que por sua vez, conduziu na direção da busca de uma alternativa que propiciasse, em alguma medida, uma saída para progresso econômico dentro de sua abrangência regional. Tomando com apoio as características e potencialidades duma instituição escolar fundada em uma região dentro da grande bacia hidrográfica do Médio São Francisco. Assim, percebeu-se que o curso Técnico em Agropecuária, diante de sua relevância institucional e microrregional, desempenhou não só as funções que vos é de obrigação. Mas, também assumiu o papel de promovedor do fomento da produção econômica, no âmbito da potencialidade da cultura ribeirinha. Pois o citado curso apresenta-se, seguramente, como um significativo pilar na identidade da Escola Técnica Federal de Januária.

Mestrando: Bruno Vieira da Silva.
Orientador/Presidente da banca: Helder de Moraes Pinto.
Membro da Banca:
Membro Interno: Profº. Dr. Leonardo Santos Neves
Membro Externo: Profª. Drª. Dayse Lucide Silva Santos
Suplente: Profº. Drº. Marcos Lobato Martins

Cláudio Vieira

Qualificação 45

INTERVENÇÃO DA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DIAMANTINA EM UMA ESCOLA DO MUNICÍPIO: ações tomadas e possibilidades de aplicação de Ferramentas e Técnicas de Gerenciamento de Projetos

RESUMO

Diante de problemas nos âmbitos administrativo e financeiro das últimas duas gestões, assumidas por processo democrático, de certa escola, fez-se necessário no ano de 2016, que a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais e a Superintendência Regional de Ensino Diamantina procedessem à ruptura do uso da democracia, nomeando um servidor Analista Educacional/Inspetor Escolar como interventor, para assumir o papel de gestor escolar, na função de diretor. Assim, o objetivo do presente estudo é analisar o processo que motivou a intervenção da SRE/Diamantina na gestão de uma Escola Estadual do município de Diamantina-Minas Gerais, no período de 2015-2016, decorrente dos problemas nos âmbitos financeiro e administrativo, considerando sua relação com a ação democrática e colegiada da comunidade escolar, sob a ótica de Gerenciamento de Projetos. A pesquisa fará, quanto à classificação, uma abordagem quanti-quali, exploratória e descritiva, análise documental e utilização de entrevistas semiestruturadas. O recorte temporal da pesquisa será organizado entre os anos de 2015 e 2016, pelo fato, de nesse período, terem ocorrido duas exonerações de gestores da escola. Pretende-se analisar a intervenção na escola pela SRE/Diamantina, visto que, nesse período, em um universo de 118 escolas, somente essa unidade necessitou de tal intervenção. Por isso, se faz necessário estudar o porquê da interrupção do processo democrático na escolha de diretor desse estabelecimento, nomeando um servidor Analista Educacional/Inspetor Escolar para exercer a função de diretor. A base teórica terá respaldo no Guia de Gerenciamento de Projetos PMBOK (2017), que consiste na aplicação de conhecimentos, habilidades, atitudes, Ferramentas e Técnicas de gestão para realizar o presente projeto de pesquisa. Espera-se que esse estudo possibilite verificar elementos que justifiquem a importância, para a área de gestão educacional, do processo de intervenção em instituição democrática de ação colegiada, sugerindo possibilidades de correção e redesenho nos demais procedimentos e ações a serem realizados pela Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais e Superintendência Regional de Ensino Diamantina – Minas Gerais.

Palavras-chave: Intervenção, Gestão Escolar, Gerenciamento de Projetos, Escola Estadual.

Data da apresentação: 27 de maio de 2019.
Horário: 14:00.
Local da apresentação:
Sala de Reuniões do Departamento de Zootecnia (DZO).
CAMPUS/JK, Cidade: Diamantina/MG.
Endereço: Rodovia MGT 367 – Km 583 – nº 5000.
Professores da composição da Banca:
Profº. Dr. Altamir Fernandes de Oliveira – UFVJM
Profª. Dra. Mara Lúcia Ramalho – UFVJM
Profª. Dra. Cinthya Rocha Tameirão – UFVJM
Profª. Dra. Michele Bernardino de Lima – UFVJM
Profº. Dr. João Antônio Gomes Pereira – UNIPAMPA/UFVJM
Profº. Dr. Eduardo Meireles – UNICAMP

Cláudio Vieira

Dissertação 45

Título da dissertação: O atravessamento das questões de gênero nas escolhas profissionais de estudantes do Ensino Médio.

 

Partindo da discussão sobre currículo e gênero, a presente pesquisa objetiva analisar como as questões de gênero participam nas escolhas profissionais de estudantes do Ensino Médio. Por meio da abordagem qualitativa estruturada com a técnica do Grupo Focal, a pesquisa traz a fala de estudantes do 3o ano do Ensino Médio na cidade de Diamantina-MG referente às suas escolhas profissionais. Com as contribuições de Carvalho (2010); Scott (1995); Louro (2003); Silva (2010) e Moreira (2001), organiza- se um referencial teórico sobre os conceitos de gênero e currículo. Para a interpretação do material coletado, serão utilizadas as categorias de análise de conteúdo de Bardin (2011). Os dados coletados por meio dos encontros do grupo focal serão organizados segundo a técnica de análise de conteúdo que a partir do processo de ‘categorização’ estabelece a classificação das seções que foram organizadas e discutidas de acordo com as falas dos/as participantes da pesquisa. Dentre os resultados, a pesquisa aponta uma visão dicotômica em relação às escolhas profissionais entre os/as jovens e seus pais/mães/responsáveis. Além disso, os/as jovens evidenciam acreditar que existem profissões para homens e outras para mulheres e usam o fator biológico como determinante para tal divisão. A divisão entre homens e mulheres não representa apenas uma divisão de tarefas, mas uma desigualdade de status e remuneração, no qual gênero é o fator preponderante para limitar e reduzir as possibilidades de mulheres atuarem nos diversos espaços profissionais, inclusive os de liderança. Ressalta-se por meio dessa pesquisa, a importância em discutir sobre gênero no espaço escolar. Para superar as desigualdades de gênero, é fundamental a desconstrução de papeis e espaços masculinos e femininos socialmente estereotipados.
Palavras-chave: Gênero. Currículo. Escolhas Profissionais no Ensino

 

Título da dissertação: O atravessamento das questões de gênero nas escolhas profissionais de estudantes do Ensino Médio.
Mestranda: Ludmila Lins Bezerra
Orientadora: Dr.ª Denise da Silva Braga
Banca Examinadora:
Dr.ª Jeane Félix da Silva- Membro Externo – UFPB
Dr.ª Maria do Perpétuo Socorro Lima Costa – Membro Interno PPGED

06/06 às 14h na sala 34, Auditório do Prédio de Sistemas de Informação.

Cláudio Vieira

Qualificação 44

TÍTULO: Formação e trajetória profissional na perspectiva dos egressos do Curso Técnico em Administração do IFNMG – Campus Arinos

RESUMO: Na primeira década do século XXI, no Brasil, entre os anos 2003 e 2016, a educação profissional da na rede federal de ensino vivenciou a maior expansão de sua história. Segundo o Portal do Mec (2018), foram construídas mais de 500 novas unidades referentes ao plano de expansão da educação profissional, totalizando 644 campi em funcionamento. Atualmente são 38 Institutos Federais presentes em todos os estados que oferecem cursos de qualificação. O presente estudo tem como objetivo analisar como o curso técnico em Administração do IFNMG, Campus Arinos, repercute na inserção social e profissional no Vale do Urucuia, a partir da visão dos egressos, em termos específicos, identificar a inserção social e profissional dos egressos do curso técnico em administração no período de 2011 a 2017 no Vale do Urucuia; analisar a correlação existente entre a formação obtida no curso Técnico em Administração e possíveis transformações sociais e profissionais na vida dos egressos e levantar dados que auxiliem na implementação de políticas de acompanhamento de egressos no IFNMG, Campus Arinos. O referencial teórico centrou-se na literatura sobre a educação profissional no Brasil e o Instituto Federal do Norte de Minas Gerais – Campus Arinos. Para este estudo foi feita a coleta primária de dois conjuntos de informações e dados, simultaneamente, sendo utilizada abordagem quantiqualitativa. A educação profissional como serviços das transformações sociais deve ser o objetivo de todos os profissionais envolvidos neste processo de formação, sendo assim, na análise dos dados restou clara a necessidade de revisão no currículo do curso com a inclusão de mais disciplinas práticas, que interajam com a realidade regional.

Nome do Mestrando: Valdinice Ferreira da Mota
Nome do Orientador: Denise da Silva Braga

Banca

Presidente: Denise da Silva Braga

Membro Interno: Regina Célia do Couto

Membro externo à Instituição ou ao Programa:Ana Alves Neta Barbosa

Data: 30/05/2019
Horário: 10 horas
Local: sala 209, Pavilhão de Aulas 1

Cláudio Vieira

Qualificação 43

Título: O uso de softwares educacionais por professores de matemática

A disseminação das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDICs) na sociedade contemporânea tem impactado de maneira significativa o campo educacional, inclusive, as práticas pedagógicas. As diversas inovações tecnológicas permitem explorar cenários alternativos para o ensino e aprendizagem de diversas áreas do conhecimento, em especial, aos conteúdos de Matemática. O software educacional é uma das ferramentas de TDICs que viabilizam potencializar o ensino de matemática. A integração dos softwares educacionais ampliam as possibilidades que o professor dispõe para o uso do computador na construção do conhecimento. Porém, demanda um saber tecnológico mais avançado por parte do professor e, consequentemente, uma formação mais sólida e mais ampla. Considerando este cenário, encontra-se em desenvolvimento uma pesquisa cujo objetivo principal é investigar a utilização de softwares educacionais por professores de matemática, egressos do curso de Licenciatura em Matemática do Instituto Federal de Minas Gerais campus São João Evangelista. Para tal, realizou-se as primeiras etapas da pesquisa, buscou-se identificar como o Projeto Pedagógico do Curso (PPC) propõe a utilização dos softwares educacionais dentro das disciplinas do curso de Licenciatura em Matemática. Através do envio de questionário online verificou-se se, na prática, os softwares educacionais foram utilizados como proposto pelo PPC, no decorrer do curso, na percepção dos participantes. Os dados coletados até o momento apresentam resultados significativos. Uma quantidade considerável de participantes alega ter tido contato com o uso de softwares educacionais no ensino e aprendizagem de matemática em diferentes momentos durante o curso. Aproximadamente metade dos entrevistados que atuam como professores de matemática alegaram utilizar e/ou ter utilizado softwares educacionais em suas práticas de ensino. Após as análises de dados da etapa anterior, encontra-se em andamento a etapa das entrevistas, nesta busca-se identificar como os professores de matemática utilizam os softwares educacionais em suas práticas de ensino: desafios e potencialidades. Assim como, os softwares educacionais mais utilizados pelos participantes da entrevista. Após, será realizada as análises de dados através da técnica análise de conteúdo. Com esta pesquisa, pretende-se com os resultados contribuir para o campo da formação inicial de professores de matemática em articulação com a utilização de TDICs no ensino.

Nome do discente: Nayara Rocha Fernandes

Nome do Orientador: Paulo César de Resende Andrade

Banca: Alexandre Ramos Fonseca, Douglas Frederico G. Santiago. Suplente: Euler Guimarães Horta

Local: Sala 254 ICT

Data: 08/05/2019

Horário: 8:00

Cláudio Vieira

Dissertação 44

Título da dissertação: A PERPETUAÇÃO DE UMA CULTURA ESCOLAR: O TECNICISMO COMO CONDICIONANTE IDENTITÁRIO NA ESCOLA TÉCNICA FEDERAL DE JANUÁRIA DE 1993 A 2008.

RESUMO:
A Educação Profissional de Nível Técnico no Brasil tem provocado na atualidade, discussões sobre os rumos das dinâmicas impostas pelo desenvolvimento científico- tecnológico face ao eixo trabalho e educação. A história desta estratégica modalidade educacional vem sendo rememorada a fim de remodelar os planejamentos para seu futuro. O âmago da maior expressão desta história de 110 anos, centra-se na grande relevância da inclusão social daqueles que estão fora do processo produtivo e do contexto social. Mas esta educação guarda, também, traços de uma dualidade enfatizada nas diversas evidências de contradições entre a formação geral propedêutica e a formação de ofícios tencionada pelo mundo do trabalho. Diante das características originárias desta modalidade educacional, a presente pesquisa coteja os conceitos provenientes das categorias temporais desenvolvidas por Koselleck (2006) – campo de experiência e horizonte de expectativa. A perspectiva de que cada uma das categorias temporais pode imaginariamente se alterar, contrair ou se expandir, o que ocorre em cada época ou sociedade, modificando-se também a maneira como são pensadas e sentidas as relações entre elas, é trazida para uma análise ocorrida dentro da Escola Técnica Federal de Januária, instituição “quinquagenária”, e nome conhecido na oferta de educação profissional na região do Médio São Francisco no norte de Minas Gerais. Dentro deste cenário, a presente pesquisa retoma a utilização de uma perspectiva histórica no campo da educação para problematizar as possíveis crises identitárias deste locus de pesquisa, criadas durante as transformações deste, especialmente na mutação entre Escola Agrotécnica Federal de Januária ao Instituto Federal do Norte de Minas Gerais campus Januária. Iniciando-se, assim, no ano de 1993 ao ano de 2008. Em sua natureza qualitativa, a pesquisa desenvolveu o método da utilização da pesquisa bibliográfica, documental e oral objetivando analisar quais políticas públicas foram importantes para que ocorressem as transformações das instituições de ensino técnico- profissionalizantes nas décadas de 1990 e 2000. Estudar as concepções pedagógicas, enquanto parte da identidade da instituição, e as influências destas nas práticas do ensino da referida escola. Bem como, investigar as características identitárias do locus pesquisado, explorando parte das memórias deste após os anos de 1990. Esta pesquisa chegou a resultados preliminares, onde o primeiro capítulo, por meio da metodologia proposta, observou o alinhamento dos movimentos políticos, sociais e econômicos ocorridos na sociedade às mudanças implementadas no campo educacional profissional, percebendo assim, que todos estes movimentos políticos carregavam intencionalidades fortemente guiadas por interesses econômicos. Nesta ótica a Educação Profissional de Nível Técnico foi vista, por muitos anos, como uma ferramenta de impulso econômico, convergindo em proposta de mercantilização da educação. As mudanças ocorridas no campo educacional do Brasil, ao final dos anos 90, se caracterizaram por aproximações ora mais alinhadas aos interesses mercadológicos, ora mais afinadas aos interesses da equalização social, e deram o tom na questão da expansão, consolidação, crises, ampliação do foco, atendimento a questões econômicas da cultura regional, dentre outras. Caracterizando, portanto, o que ousamos em chamar de identidade institucional escolar das instituições de ensino técnico e tecnológico. O segundo capítulo chegou ao resultado preliminar de que com o passar dos anos juntamente ao “amadurecimento” das práticas de ensino agropecuário, surgiu na instituição pesquisada, um construto inclinado para as áreas agrárias. Desta forma, as transformações identitárias neste locus de pesquisa ocorreram paralelamente aos movimentos políticos que muitas vezes culminaram na mudança de nomenclatura da instituição. Estas mesmas transformações identitárias sempre foram pautadas por princípios tecnicistas, e posteriormente, convergidos em princípios neotecnicistas. Os supracitados princípios “respingados” de aspectos provenientes da educação libertadora operaram de forma a instituir uma característica identitária no locus de pesquisa, na medida em que serviram de diretrizes contributivas para que o sistema educacional se torne harmônico, justo, orgânico e funcional, e neste sentido coube à prática pedagógica, tanto tecnicista quanto a libertária, organizar e desenvolver o processo de aquisição de habilidades mercadológicas e conhecimentos críticos humanísticos. Chegou-se ao resultado, também, que o curso Técnico em Agropecuária, curso fortemente enraizado na identidade institucional da mencionada escola, corroborou por representar uma materialidade simbólica perante a comunidade escolar e microrregional, na verticalização do ensino, que por sua vez, conduziu na direção da busca de uma alternativa que propiciasse, em alguma medida, uma saída para progresso econômico dentro de sua abrangência regional. Tomando com apoio as características e potencialidades duma instituição escolar fundada em uma região dentro da grande bacia hidrográfica do Médio São Francisco. Assim, percebeu-se que o curso Técnico em Agropecuária, diante de sua relevância institucional e microrregional, desempenhou não só as funções que vos é de obrigação. Mas, também assumiu o papel de promovedor do fomento da produção econômica, no âmbito da potencialidade da cultura ribeirinha. Pois o citado curso apresenta-se, seguramente, como um significativo pilar na identidade da Escola Técnica Federal de Januária.

Palavras-chave: História da Educação Profissional. Identidade Institucional. Educação
e Trabalho. Educação e Potencial Regional. Tecnicismo.

MESTRANDO: Bruno Vieira da Silva
ORIENTADOR: Profº. Dr. Helder de Morais Pinto
BANCA:
PRESIDENTE: Profº. Dr. Helder de Morais Pinto
MEMBRO INTERNO: Profº. Dr. Leonardo Santos Neves
MENBRO EXTERNO: Profª. Drª. Dayse Lucide Silva Santos
SUPLENTE: Profº. Drº. Marcos Lobato Martins
DATA: 26-04-2019
LOCAL: LIFE_JK, PRÉDIO EaD, sala 203
HORA: 14h00min.

Cláudio Vieira

Revista EducVale

A Revista de Educação do Vale do Jequitinhonha (EducVale), de responsabilidade do PPGEd/UFVJM, tem seu primeiro número publicado. Confira!
Os artigos do v. 1, n. 1 2019 podem ser acessados no link
http://www.educvale.ppgedufvjm.com.br/index.php/educvale/issue/view/EducVale
Em breve anunciaremos a chamada no próximo número.

Cláudio Vieira

Qualificação 41

Título: ANÁLISE DO ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA (Ideb): como fonte de informação para pesquisas em Biblioteca escolar e de acesso à Internet e Banda larga nas escolas públicas da rede estadual de Montes Claros

Em setembro do ano de 2000, o Ministério da Ciência e Tecnologia lançou o livro Sociedade da informação e comunicação no Brasil: livro verde, com o objetivo de implantar o Programa Sociedade da Informação (ProInfo), estabelecendo um apanhado de possíveis aplicações de Tecnologias da informação, abarcando todas as esferas das escolas, e com o Governo assumindo o papel de incentivador à universalização do acesso e uso dos meios eletrônicos de informação. Além disso, foi elaborada a Lei nº 12.244, de 24 de maio de 2010, para a universalização das bibliotecas nas instituições de ensino do país, que estabelece que tanto o ensino público quanto o privado contarão com bibliotecas. Nesse contexto, este projeto objetiva, por meio de pesquisa qualitativa, descritiva e histórico-cultural, evidenciar as políticas governamentais brasileiras e seus avanços em relação às políticas de universalização de acesso à internet, Banda larga e do acesso às bibliotecas escolares, em caráter mais específico a partir do ano de 2000-2017, e para isso utilizará o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), o qual é um importante indicador educacional na classificação de indicadores sociais, englobando a área temática da realidade social a que se refere.
Palavras-chave: Ideb. Internet. Biblioteca escolar. Proinfo.
Mestranda: Rachel Bragança de Carvalho Mota
Membros da banca:
Presidente: Dr. Antônio de Pádua Magalhães
Membro Interno: Dr. Luiz Antônio Silva
Membro Externo: Dra. Lorena Sophia Campos de Oliveira
Suplentes:
Dr. Amédis Germano dos Santos
Dra. Felismina Dalva Texieira Silva
Data: 21-01-2019
Local: Campus Mucuri
Hora: 14h00min.

Cláudio Vieira

Dissertação 43

Título da Dissertação: O ENSINO DA LÍNGUA INGLESA NAS ESCOLAS PÚBLICAS NO MUNICÍPIO DE DIAMANTINA-MG: das orientações curriculares às práticas pedagógicas
RESUMO: O presente estudo tem como objetivo apresentar os resultados de observação do ensino da Língua Inglesa nas escolas da rede estadual de ensino da cidade de Diamantina, Minas Gerais. Buscamos identificar a relação do professor com as orientações curriculares vigentes, visando compreender de que maneira esse professor se baseia nessas orientações para o desenvolvimento de seu trabalho. Além disso, procuramos identificar o perfil de nove professores de Língua Inglesa, sujeitos da pesquisa, que atuam nas escolas públicas de ensino em Diamantina; bem como o grau de conhecimento desses professores em relação aos objetivos veiculados pelos documentos de parametrização curricular para o ensino da Língua Inglesa. Para isso, tomamos como ponto de partida os documentos de parametrização, normativos e consultivos, para o ensino de Língua Inglesa na educação básica, no âmbito do estado de Minas Gerais. Atualmente, os documentos normativos que norteiam a educação básica são as Leis de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Básica (DCN) e nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Por sua vez, os documentos consultivos são os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN), as Orientações Curriculares para o Ensino Médio (OCEM) e o Currículo Básico Comum (CBC), uma vez que tais documentos têm como finalidade apoiar o professor para a melhoria no processo de ensino-aprendizagem da Língua Inglesa. Em função dessa escolha, acreditamos ser necessário observar o trabalho do professor. No que tange ao saber e fazer docente, Tardif (2014, p. 272) afirma que as relações dos professores com os saberes são relações variadas, que provêm do trabalho docente. É, pois, através dele que o professor cria situações para enfrentar e solucionar as dificuldades cotidianas. Assim, o referencial teórico desta dissertação apresenta autores como Nóvoa (1992), Almeida Filho (1999), Perrenoud (2002), Leffa (2001, 2006), Paiva (2008), Tardif (2014) dentre outros, que valorizam as premissas da inteligibilidade e o reflexo de seus princípios na formação docente. Aqui, também analisaremos os documentos parametrização para o ensino de Língua Inglesa na educação básica, uma vez que tais documentos têm como finalidade apoiar o professor para a melhoria no processo de ensino-aprendizagem. Consideramos que é interessante saber se e como esse professor faz uso dessas orientações em seu dia a dia; o que se espera é uma aprendizagem relevante, com o desenvolvimento das quatro habilidades necessárias: ler, escrever, ouvir e falar. Para desenvolver esta pesquisa, a construção da abordagem metodológica envolveu o uso da análise documental para compreendermos os documentos e parametrização para o ensino de Língua Inglesa, para o planejamento anual e avaliações desenvolvidos pelo professor. Além disso, como instrumento de pesquisa, usamos a entrevista. Após levantamento dos dados, foi realizada uma análise qualitativa. Como método de análise utilizamos a triangulação dos dados. Os principais resultados demonstram que nesse aspecto, o professor ainda é resistente quanto a utilização desse documento para a realização do ensino. Vale salientar as dificuldades que os professores encontram e as difíceis condições de trabalho que eles possuem. Os documentos oficiais, em suas teorias, trazem muitas contribuições ao ensino, mas na prática há divergências com relação à realidade da sala de aula. A investigação volta-se para a compreensão sobre o ensino da Língua Inglesa na escola pública e a relação desta com a educação, o desenvolvimento da cidadania e a promoção da inclusão por meio das Línguas Estrangeiras.
Palavras-chave: Ensino. Língua Inglesa. Orientações Curriculares. Práticas Pedagógicas.

Data: 14/12/2018
Horário: 16 horas.
Local: Prédio da FIH, Laboratório de Letras, Campus JK. – Diamantina, MG.
Banca:
Orientadora: Professora Dra. Adriana Nascimento Bodolay
Membro Interno ao Programa: Professor Dr. Sandro Vinicius Sales dos Santos
Membro Externo ao Programa: Professora Dra. Hejaine Oliveira Fonseca
Membro externo a Instituição: Professora Dra. Valdeni Reis
Membro Suplente: Professora Dra. Cláudia Mara Niquini

Cláudio Vieira