• (38) 3532-1200 Ramal 8145
  • secretaria.ppged@ufvjm.edu.br

Arquivo por autor

Dissertação 42

TÍTULO: LETRAMENTO LITERÁRIO E DOCUMENTOS OFICIAIS: um estudo das concepções de literatura e letramento literário nas normativas e orientações de estado
RESUMO: Esta dissertação versa sobre as concepções de literatura e letramento literário nas documentações oficiais relativas ao ensino médio. O ensino de literatura tem se caracterizado, segundo alguns autores, pela pouca atenção ao texto literário em si e o apego às questões históricas. O objeto literário parece não ocupar o lugar de outrora. Segundo Cosson (2016), a literatura sofreu uma espécie de apagamento na escola. Diante desse cenário, a presente pesquisa teve por objetivo principal investigar, por meio da análise documental, as concepções de literatura e letramento literário contidas nos seguintes documentos oficiais dirigidos ao ensino médio: Orientações Curriculares para o Ensino Médio; PCN + Ensino Médio; Base Nacional Comum Curricular e Conteúdo Básico Comum do estado de Minas Gerais. A análise documental tomou por base os pressupostos de Cellard (2012), em contínuo diálogo com trabalhos na área e as discussões de Candido (2011); Cosson (2014, 2016); Kleiman (1995, 2016); Martins (2015); Paulino e Cosson (2009). Dos autores citados, Cosson (2014, 2016) discute o conceito de letramento literário, entendido como a apropriação do texto literário pelo aluno, possibilitando uma experiência distinta frente ao texto, ampliação dos sentidos e estabelecimento de relações com a realidade. A análise dos documentos em sua relação com o ensino de literatura permitiu concluir que apenas as Orientações Curriculares para o Ensino Médio dedicam uma atenção maior para a leitura literária. Ainda assim, os documentos possuem teor mais prescritivo que propositivo. Esta pesquisa espera contribuir para se pensar em novas normativas que contemplem, de fato, o letramento literário bem como auxiliem em proposições que promovam uma valorização da literatura na escola.
Palavras-chave: Literatura. Letramento literário. Documentos Oficiais. Ensino Médio.

Presidente da banca: Profa. Dra. Noemi Campos Freitas Vieira
Membro Interno: Profa. Dra. Mara Lúcia Ramalho (UFVJM)
Membro Externo: Profa. Dra. Rita de Cássia Silva Dionísio (Unimontes)
Suplente: Prof. Dr. Sandro Vinícius Sales dos Santos (UFVJM)
Data: 06/12/2018
Local: Auditório sala 34 Sistemas de Informação
Horário: 18 horas.

Cláudio Vieira

Dissertação 41

ANOTEX: ANOTADOR DE ARTIGO CIENTÍFICO PARA RETEXTUALIZAÇÃO AUTOMÁTICA

Este trabalho foi desenvolvido no Mestrado Profissional Interdisciplinar em Educação, na área de Educação e Tecnologias Aplicadas em Instituições Educacionais, cujo propósito inicial foi demonstrar a necessidade de uma estreita relação entre um sistema de anotação automática de texto com a análise do gênero do texto base. A anotação textual não pode ser entendida, apenas, como a representação de regras gramaticais da língua, uma vez que, ela precisa representar as mais variadas formas, níveis e modalidades de manifestação da linguagem verbal que envolve além dos aspectos semânticos e morfossintáticos, aspectos do discurso que também podem transmitir informações. Para alcançar os objetivos propostos, na análise dos dados estruturados e na abordagem da relação entre o sistema de anotação do corpus de estudo e o processamento automático, em particular, no que diz respeito à análise do gênero, foi proposta a criação de um modelo computacional necessário para a compilação do Corpus linguístico, especializado, representativo do gênero artigo científico. O projeto teve como objeto de estudo os elementos representativos do gênero textual artigo científico, marcados em XML, extraídos e coletados do banco de dados da Biblioteca Eletrônica SciELO. Esses dados, que compuseram o corpus de estudo, foram coletados automaticamente, pré-processados, categorizados e disponibilizados em bancos de árvore, pela ferramenta computacional para a anotação textual – AnoTex, que possibilita uma visualização e interação dinâmicas para análises qualitativas e quantitativas dos dados coletados. Como produto final do processo de extração, obteve-se uma base de dados com as informações extraídas e estruturadas no formato XML, que delimitam e identificam as marcações do gênero em análise, disponível para várias ferramentas e aplicações. Os resultados demonstram como a categorização dos elementos constitutivos do gênero, pode condensar as informações disponíveis de forma hierarquizada e dinâmica, construídas durante a compilação. Dentre elas, foi destacada a estrutura básica do artigo científico constituída por seus elementos pré-textuais , textuais e pós-textuais . Para a compilação, anotação, compreensão e validação do corpus, foram utilizados os conceitos de Linguística Textual, Linguística de Corpus e Processamento de Linguagem Natural. Essas áreas de conhecimento exploram as relações entre linguística e informática, tornando possível a construção de sistemas computacionais com capacidade de reconhecer, localizar e produzir informação apresentada em linguagem natural.

Palavras-chave: Linguística de Corpus. Processamento de Linguagem Natural. Artigo Científico.

Mestranda: Cláudia Aparecida Fonseca
Orientador: Prof. DCs. Marcus Vinícius Carvalho Guelpeli
Coorientadora: Prof. Dra. Adriana Nascimento Bodolay
Membros da banca de defesa:
Prof. Dr. Alexandre Ramos Fonseca
Prof. Dr. Euler Guimarães Horta
Prof. Dr. Leonardo Lana de Carvalho
Prof. Dr. Renato Dourado Maia

Local da apresentação: Campus JK, na sala nº34 – Auditório do DECOM, Prédio de Sistema de Informação/UFVJM, no dia 06/12/2018 (quinta-feira) às 15:00h.

Cláudio Vieira

Qualificação 40

TÍTULO: LETRAMENTO LITERÁRIO E DOCUMENTOS OFICIAIS: um estudo das concepções de literatura e letramento literário nas normativas e orientações de estado

RESUMO: Esta dissertação versa sobre as concepções de literatura e letramento literário nas documentações oficiais relativas ao ensino médio. O ensino de literatura tem se caracterizado, segundo alguns autores, pela pouca atenção ao texto literário em si e o apego às questões históricas. O objeto literário parece não ocupar o lugar de outrora. Segundo Cosson (2016), a literatura sofreu uma espécie de apagamento na escola. Diante desse cenário, a presente pesquisa teve por objetivo principal investigar, por meio da análise documental, as concepções de literatura e letramento literário contidas nos seguintes documentos oficiais dirigidos ao ensino médio: Orientações Curriculares para o Ensino Médio; PCN + Ensino Médio; Base Nacional Comum Curricular e Conteúdo Básico Comum do estado de Minas Gerais. A análise documental tomou por base os pressupostos de Cellard (2012), em contínuo diálogo com trabalhos na área e as discussões de Candido (2011); Cosson (2014, 2016); Kleiman (1995, 2016); Martins (2015); Paulino e Cosson (2009). Dos autores citados, Cosson (2014, 2016) discute o conceito de letramento literário, entendido como a apropriação do texto literário pelo aluno, possibilitando uma experiência distinta frente ao texto, ampliação dos sentidos e estabelecimento de relações com a realidade. A análise dos documentos em sua relação com o ensino de literatura permitiu concluir que apenas as Orientações Curriculares para o Ensino Médio dedicam uma atenção maior para a leitura literária. Ainda assim, os documentos possuem teor mais prescritivo que propositivo. Esta pesquisa espera contribuir para se pensar em novas normativas que contemplem, de fato, o letramento literário bem como auxiliem em proposições que promovam uma valorização da literatura na escola.
Palavras-chave: Literatura. Letramento literário. Documentos Oficiais. Ensino Médio.

DEMAIS INFORMAÇÕES:
Presidente da banca: Profa. Dra. Noemi Campos Freitas Vieira
Membro Interno: Profa. Dra. Mara Lúcia Ramalho (UFVJM)
Membro Externo: Profa. Dra. Rita de Cássia Silva Dionísio (Unimontes)
Suplente: Prof. Dr. Sandro Vinícius Sales dos Santos (UFVJM)
Data: 01/11/2018
Local: Sala do LIFE – Campus JK
Horário: 14h30min.

Cláudio Vieira

Dissertação 40

Título: PIBID: tornei-me professor?
Resumo:
As políticas públicas educacionais voltadas para a formação de professores nas universidades brasileiras têm sido objeto recorrente de debates e estudos nos meios acadêmicos. Nessa direção, a presente pesquisa analisou o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação a Docência (PIBID) na Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri – UFVJM, Campus Diamantina– MG, com o objetivo de verificar, junto aos ex-bolsistas formados na Licenciatura em Pedagogia, se as atividades desenvolvidas no PIBID contribuíram para sua formação docente. Para o alcance desse objetivo, foi feito um recorte temporal entre os anos de 2014 e 2015, com análise restrita ao curso mencionado. Tal opção ampara-se no fato de ser o curso responsável pela formação dos professores que atuam anos inicias da educação básica. O aporte teórico para sustentar este estudo foram autores como NÓVOA (1992), PIMENTA (1997), SAVIANI (2013), ROMANELLI (1986) e TARDIF (2002), dentre outros, por acreditar que trazem uma base sólida às reflexões próprias ao processo de formação docente. A organização deste trabalho propôs um estudo de caso, de caráter quantitativo, sem deixar de considerar e analisar qualitativamente os dados obtidos. Para tanto, foi feita uma pesquisa documental em fontes oficiais, através dos registros do PIBID da UFVJM. Foi realizada, ainda, uma revisão bibliográfica em livros, artigos, teses e dissertações referentes à formação de professores e políticas públicas. A coleta de dados ocorreu a partir de um questionário, enviado pelo Google Drive, aos alunos da licenciatura acima mencionada, que já concluíram o curso e que participaram do PIBID durante sua formação na UFVJM. Acreditamos que as considerações advindas desta pesquisa podem contribuir para a produção científica na área de políticas públicas educacionais, tanto da UFVJM quanto de outras instituições educacionais, pelo fato de o objeto ser de grande relevância no processo de formação docente, principalmente para as licenciaturas, como possibilidade de aproximar elementos que venham a favorecer o graduando a tornar-se professor.
Nome do Mestrando: Djiacomo Neves Santana
Orientadora: Profa. Dra. Maria Nailde Martins Ramalho (UFVJM/FIH) nailderamalho@gmail.com
Banca: Prof. Dr. Flávio César Freitas Vieira–Membro interno (UFVJM/FIH) flavio.cesar36@gmail.com
Profa. Dra. Emília Murta Morais – Membro externo (UNIMONTES) emilia.murta@yahoo.com.br
Profa. Dra. Adriana Nascimento Bodolay – Membro Suplente Interno ao Programa(UFVJM/FIH) adriananbodolay@gmail.com
Prof. Dr. Wellington de Oliveira Membro Suplente Externo ao Programa(UFVJM/FIH) wellington.oliveira@ufvjm.edu.br
Data: 09/10/2018
Local: Miniauditório do Centro de Estudos em Humanidades, Campus JK.
Horário: 19 horas

Cláudio Vieira

Qualificação 39

Título: A CERTIFICAÇÃO DO HOSPITAL MUNICIPAL DE GOVERNADOR VALADARES COMO “HOSPITAL DE ENSINO”

RESUMO

Diante da importância dos Hospitais de Ensino (HE) na formação dos profissionais e na produção de pesquisas para a área da saúde, os Ministérios da Educação e da Saúde exigem a certificação como HE (REIS; CECÍLIO, 2009). Atualmente a Portaria Interministerial nº285/2015 define a certificação dos HE, cujo objetivo é garantir a melhoria da qualidade da atenção à saúde, do ensino, da pesquisa e da gestão na formação e na ampliação da oferta dos profissionais de saúde (BRASIL, 2015). Para alcançar a certificação os hospitais precisam ser campo de práticas curriculares na área da saúde; dispor de convênio com as Instituições de Ensino Superior (IES) para gestão de pesquisa e ensino; possuir oferta de residência médica; e prestar ações e serviços de saúde ao SUS. Esta pesquisa tem como problema os desafios do Hospital Municipal de Governador Valadares (HMGV) para se certificar como HE. Apesar de ser campo de prática de ensino desde a sua criação em 1967 e de sua importância social e contribuição para a formação acadêmica na área de saúde, o HMGV não possui a certificação como HE. Com base em dados do Datasus (2018) percebeu-se que apenas 3,30% dos hospitais gerais e especializados no Brasil são certificados como HE. Observou-se ainda na busca de pesquisas recentes sobre o tema que há uma lacuna de estudos que versem sobre o Programa de Certificação dos Hospitais de Ensino. Assim, essa pesquisa tem por objetivo analisar os desafios HMGV para obter a certificação como HE, mediante o “Programa de Certificação de Hospitais de Ensino – HE”, referido na Portaria Interministerial nº285 de 24 de março de 2015. Em relação a metodologia, a pesquisa é bibliográfica, documental e de campo, com finalidade explicativa. Os resultados apontam que o HMGV atende aos requisitos gerais da portaria, no entanto, há desafios em relação ao cumprimento dos requisitos específicos, dentre eles, ter constituídas, em permanente funcionamento, as comissões assessoras obrigatórias pertinentes a instituições hospitalares. Apontou-se também que a rotatividade da gestão é um dos desafios para o HMGV. Os resultados obtidos nesta pesquisa podem contribuir não somente para a instituição cenário deste trabalho, como para as demais instituições hospitalares que buscam esse tipo de certificação. Ainda contribuirá para as lacunas existentes em relação a pesquisas teóricas sobre o tema.

Palavras-chave: Hospitais de Ensino. Certificação. Hospital Municipal de Governador Valadares.

MESTRANDA: Patrícia Camilo Motta Ferreira
ORIENTADOR: Prof. M. Sc. Simão Pereira da Silva
BANCA:
PRESIDENTE: Prof. M. Sc. Simão Pereira da Silva
MEMBRO INTERNO: Prof. M. Sc. Luiz Henrique Aparecido Silvestre
MEMBRO EXTERNO: Prof. Dr. Naldeir dos Santos Vieira
SUPLENTE: Prof. Dr. Antônio de Pádua Magalhães
DATA: 16-10-2018
LOCAL: Campus Mucuri
HORA: 14h00min.

Cláudio Vieira

Dissertação 39

TÍTULO: Letramento literário: uma proposta de sequência didática com contos de Marina Colasanti
RESUMO: Esta dissertação investigou o conceito de letramento literário, compreendido como uma prática social propiciada pela leitura literária, associando-o a uma proposta de sequência didática para o ensino de literatura infanto-juvenil. As obras escolhidas para comporem a sequência didática foram da escritora Marina Colasanti. Nos textos infanto-juvenis da referida autora, a imagem da mulher é representada por fadas e feiticeiras com novos paradigmas sociais, numa busca ininterrupta por espaço e voz. Analisaram-se três coletâneas, a saber: Uma ideia toda azul (1979), Doze reis e a moça no labirinto do vento (1982) e Entre a espada e a Rosa (1992). Dessas obras, foram selecionados cinco contos para análise e elaboração de uma sequência didática para uma turma do sétimo ano do Ensino Fundamental. Esta proposta tem como finalidade propor atividades de leitura e compreensão do texto literário como prática significativa de leitura. Esta pesquisa é de cunho qualitativo e se desdobrou em uma pesquisa bibliográfica, com o intuito de explicar o conceito de letramento literário. Em relação à discussão proposta pela pesquisa, considera-se que o ensino de literatura, com uma escolarização adequada, possibilita a formação de um leitor crítico e participativo, ou seja, que faz uso social da escrita e da leitura. Isto porque a literatura pode formar e humanizar os sujeitos, além de estimular o senso crítico dos alunos. Com a discussão empreendida ao longo do trabalho, espera-se que esta pesquisa possa contribuir com uma nova proposta de ensino de literatura por meio dos textos de Marina Colasanti.
ORIENTANDA: Ana Maria Santos Rocha
ORIENTADORA: Dra. Rosana Baptista dos Santos
BANCA
PRESIDENTE: Dra. Rosana Baptista dos Santos – rosanabaptistasantos@gmail.com
MEMBRO INTERNO:Noemi Campos Freitas Vieira (UFVJM) – noemicfv@gmail.com
MEMBRO EXTERNO:Tereza Pereira do Carmo (UFBA) – tepecar@yahoo.com.br
SUPLENTE DO MEMBRO EXTERNO: Luciene Lages Silva (UFS) – lages.ls@gmail.com
DATA: 29/10/2018
HORÁRIO: 15hs
LOCAL: Auditório do Sistema de informação

Cláudio Vieira

Qualificação 38

TÍTULO: A intersetorialidade entre a educação e a assistência social em Diamantina-MG.

RESUMO: Esta pesquisa, que se encontra em andamento, trata da relação intersetorial estabelecida entre políticas públicas (educação e assistência social) em Diamantina-MG. Atualmente, escolas do referido município, encaminham alunos associados ao fracasso escolar, a um Centro de Referência de Assistência Social – CRAS, Buscou-se então compreender as causas do fracasso escolar utilizando autores que estudam sobre essa temática, como, por exemplo, Patto (1999), Paín (1992), Abramowicz e Moll (2002). A pesquisa tem como objetivo investigar as demandas de sujeitos em idade escolar, que chegam ao CRAS. Os instrumentos de coleta de dados utilizados para esta pesquisa qualitativa compreendem em análise documental e bibliográfica. PALAVRAS-CHAVE Fracasso escolar, Assistência social, Educação.

DISCENTE: Kelly Cristine Tameirão
ORIENTADORA:Prof.ª Dr.ª Maria do Perpetuo Socorro de Lima Costa
MEMBROS DA BANCA: Flávia Gonsalves – Departamento de Educação Física
Sandro Vinicius Sales dos Santos – Departamento de Pedagogia
Kyrleys Pereira Vasconcelos- Departamento de licenciatura em educação do campo.

Data: 05/10/18
Horário: 14:00 horas
Local: Prédio do DCbio, sala 124.

Cláudio Vieira

Dissertação 38

Título da Dissertação: TERRITÓRIOS DA DOCÊNCIA UNIVERSITÁRIA: permanência e rotatividade docente na Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
RESUMO
O intuito da referente pesquisa foi investigar a rotatividade docente na Faculdade Interdisciplinar em Humanidades (FIH) da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), nesse contexto de expansão e interiorização das universidades federais. Por meio dos objetivos específicos buscamos compreender os desafios do trabalho docente na UFVJM; investigar os motivos individuais e/ou institucionais que acarretaram a saída (exonerações, demissões, remoções, redistribuições, aposentadorias e demais desligamentos) dos professores efetivos vinculados aos cursos da FIH/UFVJM criados pelo REUNI, campus Diamantina/MG, entre os anos de 2008 à 2017; investigar os fatores que tem contribuído para a permanência dos professores efetivos lotados nos respectivos cursos da FIH/UFVJM, entre o mesmo período. A expansão da UFVJM foi um enorme ganho para os Vales do Jequitinhonha e Mucuri. A universidade potencializou a sua atuação em localidades distintas, como o extremo sul da Bahia e o leste do estado de Goiás. Toda essa expansão territorial confirma o importante papel da UFVJM no processo de democratização do ensino superior público, possibilitando o desenvolvimento econômico, social e de redução das desigualdades regionais presentes nas cidades afastadas dos grandes centros urbanos. A política de expansão e democratização do ensino superior público implementada pelo REUNI configura um novo cenário, inclusive para o trabalho docente nas universidades federais. O docente é analisado enquanto sujeito social, envolvido por um conjunto de relações territoriais, profissionais e familiares que se modificam e se reorganizam conforme seu vínculo institucional. Para o desenvolvimento desta pesquisa adotamos uma abordagem qualitativa de coleta de dados. Trata-se de uma pesquisa constituída pelo estudo de caso, que foi complementada pela pesquisa documental, por meio de entrevistas semiestruturadas realizadas com os professores que atuam na FIH e pelos questionários online aplicados aos professores que não atuam mais na UFVJM. Entretanto, foi importante investigar essa problemática considerando os aspectos que envolvem a profissão docente, as condições de trabalho, o fator territorial, ou seja, o lugar onde o professor realiza suas atividades, os vínculos que mantêm com este espaço e as representações profissionais que envolvem os seus afazeres. O trabalho docente é analisado enquanto elemento essencial para a consolidação desta instituição como agente de desenvolvimento local e regional.

Data: 08/10/2018
Horário: 14horas.
Local: Prédio do DCBIO, auditório nº 136, campus JK, Diamantina/MG.
Banca:
Orientadora: Profª Dra. Maria do Perpétuo Socorro de Lima Costa
Membro 1: Profª Dra. Mara Lúcia Ramalho
Membro 2: Prof. Dr. Heron Laiber Bonadiman
Membro Suplente: Profª. Ms. Kyrleys Pereira Vasconcelos

Cláudio Vieira

Qualificação 37

Título: A INTEGRAÇÃO E REGIONALIZAÇÃO DAS POLÍTICAS PÚBLICAS PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA NO ALTO JEQUITINHONHA
Resumo:
O presente trabalho pretende desvelar a integração e regionalização entre as políticas públicas educacionais contidas no Plano de Ações Articuladas (PAR) e no Plano Municipal de Educação (PME) e nos projetos políticos pedagógicos (PPP) das escolas municipais do Alto Jequitinhonha. Esta pesquisa documental tem como recorte as demandas prioritárias para a elevação da qualidade de educação oferecida nesta região e os pontos de integração e regionalização com ênfase no diagnóstico da educação municipal. Tendo em mãos estes pontos proceder-se-á analise e discussão dos projetos políticos pedagógicos das escolas municipais e a partir deles teremos um panorama dos pontos que mostram coerência e alinhamento entre as políticas públicas educacionais contidas no PAR e no PME. Desvelar tais pontos pode possibilitar a ampliação do olhar de pesquisadores e principalmente dos gestores acerca de reflexões necessárias ao sucesso no alcance das metas traçadas nos documentos com uma finalidade Nacional, Plano Nacional de Educação – PNE, que orientam a organização dos supracitados documentos objeto da pesquisa em questão e culminam na construção de diretrizes norteadoras da organização dos Projetos Políticos Pedagógicos das escolas municipais.

PALAVRAS-CHAVE: Integração. Regionalização. Plano de Ações Articuladas. Plano Municipal de Educação. Projeto Político Pedagógico.

Nome do Mestrando: Adeizete Gomes Silveira
Nome do Orientador: Prof. Drª. Mara Lúcia Ramalho
Banca
Presidente: Prof. Drª. Mara Lúcia Ramalho
Membros Internos: Prof. Dr. Flávio César Freitas Vieira
Prof. Dr. Leonardo Santos Neves
Membro Externo: Prof. Drª. Dayse Lúcide Silva Santos
Data: 17/09/2018
Hora: 16:30 horas
Local: Laboratório da DEAD / Campus JK

Cláudio Vieira

Qualificação 36

TÍTULO: Análise crítica do simulado: instrumento de avaliação do processo de ensino-aprendizagem dos discentes dos cursos Técnicos Integrados ao Ensino Médio do IFNMG – Campus Januária
RESUMO:
A avaliação é um tema que traz diversas reflexões em razão das várias concepções que se tem do ato de avaliar. A construção do conhecimento vai além do simples fato de aplicar uma prova, um exame, pois, como acontece, hoje, nas escolas, o que se leva em consideração é somente a nota e não o processo avaliativo como um todo, o instrumento usado é visto como a avaliação e não como parte dela. Assim, o presente trabalho de pesquisa, em andamento, busca verificar se a partir de um instrumento de avaliação, objeto dessa pesquisa, em específico, “o simulado”, aplicado ao final de cada semestre no IFNMG – Campus Januária seria mais uma forma de diagnosticar problemas no processo de ensino-aprendizagem e planejar ações para a recuperação de resultados insatisfatórios dos alunos Desenvolvendo uma análise bibliográfica sobre o tema a partir de estudiosos com Luckesi, Haydt, Hoffmann, Villas Boas, Gil, Cunha, discorremos sobre o assunto na dissertação para melhor compreendermos a avaliação. Estamos realizando a análise de dados levantados a partir de questionários aplicados a discentes, docentes e membros da comissão do simulado para que possamos averiguar qual a contribuição deste instrumento no processo de avaliação e no processo de ensino-aprendizagem dos alunos dos cursos técnicos integrados ao ensino médio do IFNMG – Campus Januária. Percebe-se que o estudo proporcionará às instituições de ensino uma reflexão sobre adoção dessa prática como parte da avaliação do processo de aprendizagem, bem como, contribuirá para a realização de uma análise crítica sobre esse instrumento avaliativo.
MESTRANDO: Emanoelito Fernandes Vieira Júnior
ORIENTADORA: profa. Ms. Kyrleys Pereira Vasconcelos
BANCA:
PRESIDENTE: profa. Ms. Kyrleys Pereira Vasconcelos
MEMBRO INTERNO: profa. Dra. Nádia Maria Jorge Medeiros Silva
MENBRO EXTERNO: prof. Dr. Heron Laiber Bonadiman
SUPLENTE: profa. Dra. Maria Nailde Martins Ramalho
DATA: 19-09-2018
LOCAL: Sala 37 (Prédio de Sistemas de Informação – Campus JK)
HORA: 10h00min.

Cláudio Vieira