• (38) 3532-1200 Ramal 8145
  • secretaria.ppged@ufvjm.edu.br

Category ArchiveDissertação

Dissertação 42

TÍTULO: LETRAMENTO LITERÁRIO E DOCUMENTOS OFICIAIS: um estudo das concepções de literatura e letramento literário nas normativas e orientações de estado
RESUMO: Esta dissertação versa sobre as concepções de literatura e letramento literário nas documentações oficiais relativas ao ensino médio. O ensino de literatura tem se caracterizado, segundo alguns autores, pela pouca atenção ao texto literário em si e o apego às questões históricas. O objeto literário parece não ocupar o lugar de outrora. Segundo Cosson (2016), a literatura sofreu uma espécie de apagamento na escola. Diante desse cenário, a presente pesquisa teve por objetivo principal investigar, por meio da análise documental, as concepções de literatura e letramento literário contidas nos seguintes documentos oficiais dirigidos ao ensino médio: Orientações Curriculares para o Ensino Médio; PCN + Ensino Médio; Base Nacional Comum Curricular e Conteúdo Básico Comum do estado de Minas Gerais. A análise documental tomou por base os pressupostos de Cellard (2012), em contínuo diálogo com trabalhos na área e as discussões de Candido (2011); Cosson (2014, 2016); Kleiman (1995, 2016); Martins (2015); Paulino e Cosson (2009). Dos autores citados, Cosson (2014, 2016) discute o conceito de letramento literário, entendido como a apropriação do texto literário pelo aluno, possibilitando uma experiência distinta frente ao texto, ampliação dos sentidos e estabelecimento de relações com a realidade. A análise dos documentos em sua relação com o ensino de literatura permitiu concluir que apenas as Orientações Curriculares para o Ensino Médio dedicam uma atenção maior para a leitura literária. Ainda assim, os documentos possuem teor mais prescritivo que propositivo. Esta pesquisa espera contribuir para se pensar em novas normativas que contemplem, de fato, o letramento literário bem como auxiliem em proposições que promovam uma valorização da literatura na escola.
Palavras-chave: Literatura. Letramento literário. Documentos Oficiais. Ensino Médio.

Presidente da banca: Profa. Dra. Noemi Campos Freitas Vieira
Membro Interno: Profa. Dra. Mara Lúcia Ramalho (UFVJM)
Membro Externo: Profa. Dra. Rita de Cássia Silva Dionísio (Unimontes)
Suplente: Prof. Dr. Sandro Vinícius Sales dos Santos (UFVJM)
Data: 06/12/2018
Local: Auditório sala 34 Sistemas de Informação
Horário: 18 horas.

Dissertação 41

ANOTEX: ANOTADOR DE ARTIGO CIENTÍFICO PARA RETEXTUALIZAÇÃO AUTOMÁTICA

Este trabalho foi desenvolvido no Mestrado Profissional Interdisciplinar em Educação, na área de Educação e Tecnologias Aplicadas em Instituições Educacionais, cujo propósito inicial foi demonstrar a necessidade de uma estreita relação entre um sistema de anotação automática de texto com a análise do gênero do texto base. A anotação textual não pode ser entendida, apenas, como a representação de regras gramaticais da língua, uma vez que, ela precisa representar as mais variadas formas, níveis e modalidades de manifestação da linguagem verbal que envolve além dos aspectos semânticos e morfossintáticos, aspectos do discurso que também podem transmitir informações. Para alcançar os objetivos propostos, na análise dos dados estruturados e na abordagem da relação entre o sistema de anotação do corpus de estudo e o processamento automático, em particular, no que diz respeito à análise do gênero, foi proposta a criação de um modelo computacional necessário para a compilação do Corpus linguístico, especializado, representativo do gênero artigo científico. O projeto teve como objeto de estudo os elementos representativos do gênero textual artigo científico, marcados em XML, extraídos e coletados do banco de dados da Biblioteca Eletrônica SciELO. Esses dados, que compuseram o corpus de estudo, foram coletados automaticamente, pré-processados, categorizados e disponibilizados em bancos de árvore, pela ferramenta computacional para a anotação textual – AnoTex, que possibilita uma visualização e interação dinâmicas para análises qualitativas e quantitativas dos dados coletados. Como produto final do processo de extração, obteve-se uma base de dados com as informações extraídas e estruturadas no formato XML, que delimitam e identificam as marcações do gênero em análise, disponível para várias ferramentas e aplicações. Os resultados demonstram como a categorização dos elementos constitutivos do gênero, pode condensar as informações disponíveis de forma hierarquizada e dinâmica, construídas durante a compilação. Dentre elas, foi destacada a estrutura básica do artigo científico constituída por seus elementos pré-textuais , textuais e pós-textuais . Para a compilação, anotação, compreensão e validação do corpus, foram utilizados os conceitos de Linguística Textual, Linguística de Corpus e Processamento de Linguagem Natural. Essas áreas de conhecimento exploram as relações entre linguística e informática, tornando possível a construção de sistemas computacionais com capacidade de reconhecer, localizar e produzir informação apresentada em linguagem natural.

Palavras-chave: Linguística de Corpus. Processamento de Linguagem Natural. Artigo Científico.

Mestranda: Cláudia Aparecida Fonseca
Orientador: Prof. DCs. Marcus Vinícius Carvalho Guelpeli
Coorientadora: Prof. Dra. Adriana Nascimento Bodolay
Membros da banca de defesa:
Prof. Dr. Alexandre Ramos Fonseca
Prof. Dr. Euler Guimarães Horta
Prof. Dr. Leonardo Lana de Carvalho
Prof. Dr. Renato Dourado Maia

Local da apresentação: Campus JK, na sala nº34 – Auditório do DECOM, Prédio de Sistema de Informação/UFVJM, no dia 06/12/2018 (quinta-feira) às 15:00h.

Dissertação 40

Título: PIBID: tornei-me professor?
Resumo:
As políticas públicas educacionais voltadas para a formação de professores nas universidades brasileiras têm sido objeto recorrente de debates e estudos nos meios acadêmicos. Nessa direção, a presente pesquisa analisou o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação a Docência (PIBID) na Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri – UFVJM, Campus Diamantina– MG, com o objetivo de verificar, junto aos ex-bolsistas formados na Licenciatura em Pedagogia, se as atividades desenvolvidas no PIBID contribuíram para sua formação docente. Para o alcance desse objetivo, foi feito um recorte temporal entre os anos de 2014 e 2015, com análise restrita ao curso mencionado. Tal opção ampara-se no fato de ser o curso responsável pela formação dos professores que atuam anos inicias da educação básica. O aporte teórico para sustentar este estudo foram autores como NÓVOA (1992), PIMENTA (1997), SAVIANI (2013), ROMANELLI (1986) e TARDIF (2002), dentre outros, por acreditar que trazem uma base sólida às reflexões próprias ao processo de formação docente. A organização deste trabalho propôs um estudo de caso, de caráter quantitativo, sem deixar de considerar e analisar qualitativamente os dados obtidos. Para tanto, foi feita uma pesquisa documental em fontes oficiais, através dos registros do PIBID da UFVJM. Foi realizada, ainda, uma revisão bibliográfica em livros, artigos, teses e dissertações referentes à formação de professores e políticas públicas. A coleta de dados ocorreu a partir de um questionário, enviado pelo Google Drive, aos alunos da licenciatura acima mencionada, que já concluíram o curso e que participaram do PIBID durante sua formação na UFVJM. Acreditamos que as considerações advindas desta pesquisa podem contribuir para a produção científica na área de políticas públicas educacionais, tanto da UFVJM quanto de outras instituições educacionais, pelo fato de o objeto ser de grande relevância no processo de formação docente, principalmente para as licenciaturas, como possibilidade de aproximar elementos que venham a favorecer o graduando a tornar-se professor.
Nome do Mestrando: Djiacomo Neves Santana
Orientadora: Profa. Dra. Maria Nailde Martins Ramalho (UFVJM/FIH) nailderamalho@gmail.com
Banca: Prof. Dr. Flávio César Freitas Vieira–Membro interno (UFVJM/FIH) flavio.cesar36@gmail.com
Profa. Dra. Emília Murta Morais – Membro externo (UNIMONTES) emilia.murta@yahoo.com.br
Profa. Dra. Adriana Nascimento Bodolay – Membro Suplente Interno ao Programa(UFVJM/FIH) adriananbodolay@gmail.com
Prof. Dr. Wellington de Oliveira Membro Suplente Externo ao Programa(UFVJM/FIH) wellington.oliveira@ufvjm.edu.br
Data: 09/10/2018
Local: Miniauditório do Centro de Estudos em Humanidades, Campus JK.
Horário: 19 horas

Dissertação 39

TÍTULO: Letramento literário: uma proposta de sequência didática com contos de Marina Colasanti
RESUMO: Esta dissertação investigou o conceito de letramento literário, compreendido como uma prática social propiciada pela leitura literária, associando-o a uma proposta de sequência didática para o ensino de literatura infanto-juvenil. As obras escolhidas para comporem a sequência didática foram da escritora Marina Colasanti. Nos textos infanto-juvenis da referida autora, a imagem da mulher é representada por fadas e feiticeiras com novos paradigmas sociais, numa busca ininterrupta por espaço e voz. Analisaram-se três coletâneas, a saber: Uma ideia toda azul (1979), Doze reis e a moça no labirinto do vento (1982) e Entre a espada e a Rosa (1992). Dessas obras, foram selecionados cinco contos para análise e elaboração de uma sequência didática para uma turma do sétimo ano do Ensino Fundamental. Esta proposta tem como finalidade propor atividades de leitura e compreensão do texto literário como prática significativa de leitura. Esta pesquisa é de cunho qualitativo e se desdobrou em uma pesquisa bibliográfica, com o intuito de explicar o conceito de letramento literário. Em relação à discussão proposta pela pesquisa, considera-se que o ensino de literatura, com uma escolarização adequada, possibilita a formação de um leitor crítico e participativo, ou seja, que faz uso social da escrita e da leitura. Isto porque a literatura pode formar e humanizar os sujeitos, além de estimular o senso crítico dos alunos. Com a discussão empreendida ao longo do trabalho, espera-se que esta pesquisa possa contribuir com uma nova proposta de ensino de literatura por meio dos textos de Marina Colasanti.
ORIENTANDA: Ana Maria Santos Rocha
ORIENTADORA: Dra. Rosana Baptista dos Santos
BANCA
PRESIDENTE: Dra. Rosana Baptista dos Santos – rosanabaptistasantos@gmail.com
MEMBRO INTERNO:Noemi Campos Freitas Vieira (UFVJM) – noemicfv@gmail.com
MEMBRO EXTERNO:Tereza Pereira do Carmo (UFBA) – tepecar@yahoo.com.br
SUPLENTE DO MEMBRO EXTERNO: Luciene Lages Silva (UFS) – lages.ls@gmail.com
DATA: 29/10/2018
HORÁRIO: 15hs
LOCAL: Auditório do Sistema de informação

Dissertação 38

Título da Dissertação: TERRITÓRIOS DA DOCÊNCIA UNIVERSITÁRIA: permanência e rotatividade docente na Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
RESUMO
O intuito da referente pesquisa foi investigar a rotatividade docente na Faculdade Interdisciplinar em Humanidades (FIH) da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), nesse contexto de expansão e interiorização das universidades federais. Por meio dos objetivos específicos buscamos compreender os desafios do trabalho docente na UFVJM; investigar os motivos individuais e/ou institucionais que acarretaram a saída (exonerações, demissões, remoções, redistribuições, aposentadorias e demais desligamentos) dos professores efetivos vinculados aos cursos da FIH/UFVJM criados pelo REUNI, campus Diamantina/MG, entre os anos de 2008 à 2017; investigar os fatores que tem contribuído para a permanência dos professores efetivos lotados nos respectivos cursos da FIH/UFVJM, entre o mesmo período. A expansão da UFVJM foi um enorme ganho para os Vales do Jequitinhonha e Mucuri. A universidade potencializou a sua atuação em localidades distintas, como o extremo sul da Bahia e o leste do estado de Goiás. Toda essa expansão territorial confirma o importante papel da UFVJM no processo de democratização do ensino superior público, possibilitando o desenvolvimento econômico, social e de redução das desigualdades regionais presentes nas cidades afastadas dos grandes centros urbanos. A política de expansão e democratização do ensino superior público implementada pelo REUNI configura um novo cenário, inclusive para o trabalho docente nas universidades federais. O docente é analisado enquanto sujeito social, envolvido por um conjunto de relações territoriais, profissionais e familiares que se modificam e se reorganizam conforme seu vínculo institucional. Para o desenvolvimento desta pesquisa adotamos uma abordagem qualitativa de coleta de dados. Trata-se de uma pesquisa constituída pelo estudo de caso, que foi complementada pela pesquisa documental, por meio de entrevistas semiestruturadas realizadas com os professores que atuam na FIH e pelos questionários online aplicados aos professores que não atuam mais na UFVJM. Entretanto, foi importante investigar essa problemática considerando os aspectos que envolvem a profissão docente, as condições de trabalho, o fator territorial, ou seja, o lugar onde o professor realiza suas atividades, os vínculos que mantêm com este espaço e as representações profissionais que envolvem os seus afazeres. O trabalho docente é analisado enquanto elemento essencial para a consolidação desta instituição como agente de desenvolvimento local e regional.

Data: 08/10/2018
Horário: 14horas.
Local: Prédio do DCBIO, auditório nº 136, campus JK, Diamantina/MG.
Banca:
Orientadora: Profª Dra. Maria do Perpétuo Socorro de Lima Costa
Membro 1: Profª Dra. Mara Lúcia Ramalho
Membro 2: Prof. Dr. Heron Laiber Bonadiman
Membro Suplente: Profª. Ms. Kyrleys Pereira Vasconcelos

Dissertação 37

Titulo: FATORES DETERMINANTES PARA O USO DAS TECNOLOGIAS DIGITAIS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NO CURSO DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI – CAMPUS JK
Resumo: As Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDICs) são parte dos métodos inovadores previstos pelo projeto pedagógico da Faculdade de Medicina de Diamantina (FAMED) da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM). Ao incorporar as TDICs na atuação docente, é possível estimular a autonomia do aluno em favor de uma educação reflexiva e problematizadora da realidade. Jogos de simulação, fóruns e pesquisas em base de dados são exemplos de estratégias que podem ser utilizadas dentro da proposta de aprendizado construtivista. Porém, diante de um quadro de professores procedentes de escolas tradicionais, conhecer as variáveis que trazem impacto no uso destas tecnologias para o ensino e aprendizagem podem contribuir no direcionamento de futuras medidas de melhorias e políticas de incentivos. Este estudo tem como objetivo investigar os fatores que determinam uso das TDICs por professores da FAMED. Foi realizado um estudo de campo observacional transversal a partir de questionários aplicados a população total composta por 48 docentes efetivos em exercício. Destes, 42 participaram do estudo. Foi verificada a existência de associação entre as variáveis estudadas para determinar quais delas teriam impacto na quantidade de ferramentas de TDICs usadas pelos docentes. O software R foi utilizado para análise gráfica e estatística. Os testes estatísticos foram realizados considerando um nível de significância 95% (α = 0,05) para verificar associações entre as variáveis. Concluiu-se que a existência de uma aptidão prévia dos futuros professores com as tecnologias, antes do ingresso na FAMED, é um fator decisivo para uma maior adequação das atividades docentes desenvolvidas ás necessidades do curso. Os resultados indicam que, independentemente de quais políticas sejam adotadas pela FAMED no sentido de incentivar os docentes a utilizar mais tecnologias em suas práticas pedagógicas, a motivação pessoal, a impressão de sentir apoio institucional e as características pessoais do professor são os principais fatores determinantes para o maior uso de TDICs na docência.
DISCENTE: Pollyanna Roberta Campelo Görgens
ORIENTADOR: Prof. Dr. Paulo César de Resende Andrade

BANCA:
PRESIDENTE: Prof. Dr. Paulo César de Resende Andrade
MEMBRO INTERNO Prof. Dr. Euler Guimaraes Horta
MEMBRO EXTERNO: Profa. Dra. Magnania Cristiane Pereira da Costa
SUPLENTE DO MEMBRO INTERNO: Prof. Dr. Alexandre Ramos Fonseca
SUPLENTE DO MEMBRO EXTERNO: Profa. Dra. Luana Pereira Leite Schetino
Dia: 20-09-2018
Horário: 14:00
Local: Auditório 254 do Instituto de Ciência e Tecnologia, Campus JK da UFVJM

Dissertação 36

Título: Um estudo da identidade docente de licenciandos em Matemática da Unimontes

Resumo: As questões que envolvem a profissão docente têm se tornado cada vez mais presentes nos debates e fóruns educacionais no cenário nacional e internacional, dada a necessidade de melhoria na qualidade do ensino, o que requer bons professores. Diante de reflexões e de questionamentos sobre o tipo de formação adequada para o futuro professor, mediante a complexidade do trabalho docente na contemporaneidade, é que surgiu o interesse pelo tema do presente trabalho. O objetivo geral desta investigação é desvelar indícios de constituição da identidade docente de licenciandos do Curso de Licenciatura em Matemática da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes/Campus Montes Claros), tendo como objetivos específicos: a) evidenciar as marcas de trajetórias de formação e indícios de constituição de identidade profissional docente apresentados pelos sujeitos em formação em suas histórias de vida; e b) identificar os aspectos que os mesmos explicitam serem fundamentais para a formação docente, a partir das experiências de formação proporcionadas pelo curso de licenciatura em Matemática da Unimontes. O estudo utilizou como instrumento de produção e análise de dados as histórias de vida de oito licenciandos em Matemática da Unimontes, as quais foram obtidas por meio de memoriais de formação e complementadas por entrevistas semiestruturadas. Os dados analisados foram organizados em duas categorias: a) trajetória de formação anterior ao ingresso na licenciatura e b) trajetória de formação na licenciatura. Os dados evidenciam que o processo de constituição da identidade docente sofre influências múltiplas, que se inter-relacionam e apresentam-se de diversas formas, como elementos de uma história de vida, como acontecimentos ao longo de um percurso de vida e que configuram a representação que o professor tem de si próprio e de sua profissão.

Nome do Mestranda: Marineide Almeida Rocha
Nome do Orientadora: Dra. Adriana Assis Ferreira – UFVJM
Banca
Presidente – Dra. Adriana Assis Ferreira – UFVJM
Membro Interno – Drª Mara Lúcia Ramalho – UFVJM
Membro Externo – Drª. Maria Imaculada Marcennes Gonçalves – UEMG
Membro Interno Suplente – Drª Maria Nailde Martins Ramalho – UFVJM
Membro Externo Suplente – Drª Crislane de Souza Santos – UFVJM

Data: 18/12/2017
Hora: 09h30min
Local: Auditório 34 Prédio Sistemas de Informação

Dissertação 35

Título: Processo de autoavaliação institucional: produção de um manual para apoio à Comissão Própria de Avaliação

Resumo: O tema da avaliação de instituições educacionais é bastante complexo. Nasce do anseio natural de uma organização em conhecer a si própria e de exigências legais e normativas de avaliação atualmente existentes para todos os níveis da educação, da básica à superior. Passa pelos esforços de organização, manutenção e produção de informações que, ao mesmo tempo em que atendem a norma legal, transformam-se em valiosa ferramenta para a tomada de decisões, quando sensibilizada a cúpula hierárquica de uma instituição sobre a importância do processo de autoavaliação institucional. O Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), em vigor desde 2004, examina as instituições de ensino superior (IES), os cursos de graduação e o desempenho dos estudantes. O presente trabalho teve por objetivo a elaboração do manual de processo de autoavaliação institucional com vistas a apoiar os trabalhos conduzidos pela Comissão Própria de Avaliação (CPA) das IES. A utilização de manuais em ambientes corporativos contribui para a compreensão e a consolidação de conhecimentos inerentes à área de atuação do profissional e para o norteamento das ações de grupos de trabalho orientados para um mesmo objetivo. A metodologia utilizada envolveu pesquisas bibliográfica e documental, tendo em vista o estudo exploratório de enfoque qualitativo.

Nome do Mestrando: Fabiano Kenji Aoki
Nome da Orientadora: Profª. Drª. Flaviana Tavares Vieira Teixeira
Banca
Presidente: Profª. Drª. Flaviana Tavares Vieira Teixeira (ICT/PPGEd/UFVJM)
Membro externo à UFVJM: Prof. MSc. Júnio Jáber (IFNMG)
Membro externo ao PPGEd: Profª. Drª. Rosana Passos Cambraia (FCBS/PPGER/UFVJM)
Membro Interno: Prof. Dr. Paulo César de Resende Andrade (ICT/PPGEd/UFVJM)
Suplente interno: Profª. Drª. Maria Nailde Martins Ramalho (FIH/PPGEd/UFVJM)
Suplente externo: Profª. Drª. Dayse Lúcide Silva Santos (IFNMG)

Data: 15/12/2017
Hora: 14:00
Local: Auditório nº 253 do Instituto de Ciência e Tecnologia, Campus JK da UFVJM

Dissertação 34

Titulo: A EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO NORTE DE MINAS GERAIS NO PERÍODO DE 2012 A 2015

Resumo: O orçamento público é um instrumento de planejamento que estima as receitas a serem arrecadadas, fixa as despesas a serem realizadas e busca a efetividade e economicidade na qualidade dos serviços prestados à sociedade. Sua execução, objeto em estudo, representa o cumprimento anual dos objetivos e metas determinados para a instituição pública no processo de planejamento integrado e demanda a mobilização de recursos humanos, materiais e financeiros. Dessa forma, este trabalho foi realizado com o objetivo de analisar o desempenho da execução orçamentária do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais – IFNMG, no período de 2012 a 2015. Buscou-se analisar o desempenho das receitas e das despesas deste Instituto; descrever o perfil orçamentário das suas despesas executadas e converter os resultados dos seus balanços públicos em indicadores contábeis de análise. Em termos metodológicos a pesquisa, quanto aos fins, caracteriza-se como descritiva; quanto aos meios, como bibliográfica e documental com abordagem quantitativa. Os dados foram coletados utilizando-se de consultas ao SIAFI – Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal e ao SIOP – Sistema Integrado de Planejamento e Orçamento, e os Relatórios de Gestão. Os resultados encontrados demonstram que as despesas com pessoal e encargos sociais são as que têm maior participação no orçamento anual da Instituição, seguidas das despesas de custeio e, por último, os investimentos que são inexpressivos em relação ao total do orçamento anual. A pesquisa aponta que os programas mais significativos no orçamento da Instituição são: Educação Profissional e Tecnológica e o Programa de Gestão e Manutenção do Ministério da Educação. A partir da análise das demonstrações contábeis, foi possível verificar informações e elementos patrimoniais da realidade orçamentária, financeira e patrimonial, cujos indicadores podem contribuir para a melhoria das ações de planejamento, execução e acompanhamento gerencial do referido Instituto.

Nome da Mestranda: Marluce Braz Duarte
Nome do Orientador: Prof. Msc. Simão Pereira da Silva
Banca
Presidente:Prof. Msc. Simão Pereira da Silva (UFVJM)
Membro Interno: Prof.Dr. Antonio de Pádua Magalhães (UFVJM)
Membro externo: Profª. Drª. Geórgia Fernandes Barros (UFVJM)
Membro externo à Instituição:Prof. Dr. Renildo Ismael Félix da Costa (IFNMG)
Suplente interno: Prof. Dr. Amédis Germano dos Santos (UFVJM)
Suplente externo: Prof. Dr. Naldeir dos Santos Vieira (UFVJM)

Data: 15/12/2017
Hora: 15:00
Local: UFVJM- Campus Mucuri, Mini Auditório .

Dissertação 33

Titulo: ENSINO MÉDIO INTEGRADO: Desafios da Articulação com a Educação Profissional no IFMG/SJE

Resumo: A dualidade instalada na educação brasileira tem provocado discussões sobre os rumos do ensino no Brasil, em particular, no ensino médio articulado à Educação Profissional. Foco de maior expressão desse dualismo estrutural, esse nível de ensino guarda grandes evidências de contradição entre a formação geral e a preparação para o trabalho. Contra essa dualidade reinventada pela Medida Provisória nº 746 e transformada na Lei nº 13.415/17 que institui o ensino médio integral, a presente pesquisa retoma o debate sobre a articulação entre a formação geral e a formação específica no sistema educacional a partir dos contornos críticos que ela tem ganhado na última década entre educadores e intelectuais brasileiros. Debates por reformas na educação profissional de nível médio que culminaram com a instituição do Ensino Médio Integrado pelo Decreto nº 5.154/04, em substituição à formação fragmentada posta pelo Decreto 2.208/97. Diante desse embate é que o Curso Técnico em Agropecuária ofertado pelo Instituto Federal de Minas Gerais no Campus São João Evangelista, tornou-se foco dessa pesquisa. Em sua natureza qualitativa, a pesquisa utiliza-se das fontes documental e oral com o objetivo de analisar os desafios da articulação entre a formação geral e a formação específica no interior desse curso entre 2005 e 2014. Na contramão da Lei nº 13.415/17 que mantém a hierarquia entre as disciplinas e prevê a ampliação gradativa da carga horária para fomentar o novo ensino médio em tempo integral, essa pesquisa conclui pela necessidade de reestruturação da relação entre as disciplinas e a redução de suas cargas horárias para possibilitar a implementação do ensino médio integrado no curso pesquisado. Conclui-se que, para dar fim à dualidade estrutural entre educação básica e educação profissional, a implementação do ensino médio integrado não se resume apenas à questão legal e epistemológica, mas, sobretudo em uma questão atitudinal dos principais atores sociais envolvidos com o curso.

Palavras-chave: Políticas públicas, Ensino médio integrado, Educação profissional, Técnico em Agropecuária, Projeto pedagógico de curso.

Nome do Mestrando: Elias Pedro Rosa
Nome do Orientador: Dra. Keila Auxiliadora de Carvalho (UFVJM)
Banca
Presidente: Dra. Keila Auxiliadora de Carvalho (UFVJM)
Membro Interno: Ms. Luiz Fernando Rodrigues Lopes (UFVJM)
Membro Externo: Dra. Dayse Lúcide Santos (IFNMG)

Data: 15/12/2017
Hora: 09h00
Local: Campus 1 – Prédio II – Sala 5