• (38) 3532-1200 Ramal 8145
  • secretaria.ppged@ufvjm.edu.br

Dissertação 46

Dissertação 46

Título da dissertação: Um estudo sobre a associação entre os Estilos de Aprendizagem e Objetos de Aprendizagem no processo de personalização do ensino

A Educação a Distância, por ser mais flexível, é uma modalidade de ensino que permite a inclusão de mais alunos nos cursos de formação. Esta flexibilidade está relacionada à essência da EaD, que desconsidera as restrições de tempo e distância para instauração do processo ensino-aprendizagem. Ao longo dos anos, a EaD passou por transformações, melhorias e integração de novas tecnologias que fizeram emergir possibilidades como a adaptação do conteúdo de acordo com o perfil do aluno e a recomendação automática de materiais de estudo. Um dos objetivos em adaptar o processo ensino-aprendizagem é fornecer ao aluno um ambiente que seja condizente com as suas preferências individuais de aprendizado. Portanto, a adaptação é uma área em potencial para promover a melhoria da oferta da Educação a Distância. Dois importantes conceitos, o Estilo de Aprendizagem (EA) e Objeto de Aprendizagem (OA), interligados à adaptabilidade do ensino são o foco de estudo desta dissertação. O Estilo de Aprendizagem são as preferências individuais de aprendizado do aluno, definidas conforme o modo de percepção, processamento da informação e solução de problemas de cada indivíduo. Já o Objeto de Aprendizagem refere-se às ações instrucionais indicadas aos alunos, assim, são exemplos de OA, os recursos educativos: vídeos, imagens, palestras, jogos, dentre outros. A inserção de Objetos de Aprendizagem no contexto educacional propicia a diversificação da apresentação do conteúdo aos alunos e enriquece o espaço pedagógico. Os Objetos de Aprendizagem são indicados com base no EA do aluno, assim o ensino torna-se personalizado. O interesse em realizar o estudo sobre a associação entre o Estilo de Aprendizagem e Objeto de Aprendizagem justifica-se nas inúmeras publicações acadêmicas em um curto prazo de tempo sobre o tema que evidenciam o potencial dos dois itens em promover melhorias no aprendizado dos alunos. Dessa forma, nosso interesse é entender o motivo pelo qual a temática reproduziu grande interesse na comunidade acadêmica em curto prazo de tempo, além de analisar como a associação entre o EA e OA é tratada nestas publicações. O método adotado para execução da dissertação foi a Revisão Sistemática da Literatura que possibilita a reunião de artigos sobre um tema em específico. O estudo permitiu produzir o mapeamento entre o Estilo de Aprendizagem do modelo de Felder e Silverman (1988) com os Objetos de Aprendizagem adotados pela literatura. A análise deste mapeamento propiciou a prova de hipóteses traçadas como, por exemplo, sobre a efetividade dos Estilos de Aprendizagem e correlação entre materiais de estudo e perfis de alunos. Outros resultados foram o levantamento dos recursos educativos utilizados pela literatura, bem como a recuperação os recursos mais indicados a determinados EA. A Revisão Sistemática da Literatura permitiu traçar novos caminhos para a dissertação, despertados com base nos resultados alcançados, englobando a proposta de pesos que indicam o grau de importância de um determinado Objeto de Aprendizagem para um estilo em específico.

– Nome do discente: Ana Carolina Rodrigues
– Número de matrícula: 20172912019
– Orientadora: Professora Dra Luciana Pereira de Assis
– Co-orientador: Professor Dr Alessandro Vivas Andrade
– Banca: Josiane Professora Dra Magalhães Teixeira, Professora Dra Cinthya Rocha Tameirão e Professor Dr.Cristiano Maciel da Silva
– Suplente: Professor Dr Cristiano Grijó Pitangui
Data: 16/09/2019, às 15h, no prédio de Sistemas de Informação, Sala 37 .

Cláudio Vieira

Deixe sua mensagem