• (38) 3532-8145
  • ppged@ufvjm.edu.br

Parceiros

PPGEd e sua missão nos Vales do Jequitinhonha e Mucuri

A gestão sempre foi um desafio e, em se tratando de gestão pública as coisas ficam ainda mais complexas.
Um programa de Pós-Graduação, especialmente nas universidades públicas, embora faça parte integrante da política universitária, e considerada estratégica, a sua sobrevivência depende de apoios infra estruturais e estruturais, sobretudo financeiro para se manter e consequentemente, consolidar -se.

Não é novidade que, atualmente no Brasil, a pesquisa, de maneira geral, tem sofrido com os cortes de recursos contínuos do governo federal que ultrapassam a mais de 50 %. Também não é novidade que o discurso que sobrevaloriza a ideologia do livre mercado, e a necessidade de captação de financiamento privado para sustentar as pesquisas nas universidades públicas, também tem ganhado corpo e força total.

O fato é que, estas ações de governo, ferem estruturalmente o projeto de uma universidade pública, gratuita, de qualidade, e socialmente referenciada, e toda a sua potencialidade de pôr em prática a sua missão, ou seja, o seu propósito de existência. Neste caso, o Programa de Pós-Graduação (Stricto Sensu) Mestrado Profissional em Educação – PPGEd, da UFVJM, que nasceu multicampi e possui a maior parte do seu corpo docente formado por profissionais localizados nas cidades de Diamantina e Teófilo Otoni, possui profundos desafios logísticos e, ao buscar a sua consolidação, sofre diretamente com este panorama caótico.

A proposta de criação do Programa realizada no final de 2011 teve e ainda mantém como propósito, qualificar profissionais da educação tanto da Educação Básica quanto da Educação Superior, preferencialmente, e não exclusivamente, da região setentrional do Estado de Minas Gerais.

O universo desses profissionais da educação das instituições educacionais tanto da Educação Básica quanto da Educação Superior pode ser estimado em mais de 10 mil profissionais, que já possuem título de graduação – licenciados e bacharéis – e estão atuando nas escolas públicas estaduais, municipais, na equipe de gestão educacional das escolas, nas Superintendências Regionais de Ensino, bem como nos quadros de servidores federais da educação dos IFETs, CEFETs e IFES.

Salienta-se que o objetivo do Programa é o de qualificar professores, administradores e membros da equipe pedagógica da educação básica, bem como profissionais de nível superior na área da Educação, numa ação de formação continuada dos que trabalham na Educação Básica e Superior. Articula-se o desenvolvimento de conhecimentos diversificados para o ensino e a gestão destas instituições, possibilitando o avanço no conhecimento em aspectos relacionados à administração, política, avaliação e tecnologia na gestão da educação e prática didático-pedagógica. Nestes seis anos de existência, já somos trinta e cinco (35) docentes distribuídos em quatro linhas de pesquisas, mais de oitenta (80) discentes matriculados, entre eles servidores da UFVJM, e mais de quarenta (40) egressos, sendo que destes últimos, pelos menos onze (11), ou seja, 27,5% são servidores da UFVJM, agora mestres em educação. Em todo esse tempo, houve e ainda há muita luta para manter as atividades com a qualidade que se espera de um programa de Pós-Graduação.

Este ano, o programa passou pela sua primeira avaliação quadrienal. De acordo com o documento da CAPES sobre a área de educação publicada em 2016, um dos critérios para a avaliação dos programas profissionais, com peso de vinte por cento (20%), é a sua capacidade de inserção social e de promover algum impacto local e nacional. Entre eles, está a necessidade de “Demonstração da formação de parcerias com as Redes Municipal, Estadual, Federal e/ou de outros espaços de atuação dos profissionais da educação” e a demonstração de “Integração e cooperação com organizações e/ou instituições setoriais relacionados à área de conhecimento do Programa, com vistas ao desenvolvimento de novas soluções, práticas, produtos ou serviços nos ambientes profissional e/ou acadêmico”. (BRASIL, 2016, p.18-19)No Plano Nacional de Pós-Graduação 2011-2020, reconheceu-se que as proposições para a Educação Profissional, especificamente, neste caso, em nível de Pós-Graduação no Brasil, passa a ser considerada como motor indispensável ao processo de desenvolvimento econômico do país, e portanto, matéria indispensável de políticas públicas de estado. O texto, evidencia o fato de que é extremamente necessário recuperar a concepção original da Pós-Graduação, na qual, além das demandas puramente acadêmicas, contemplava as necessidades do aperfeiçoamento profissional advindas das mudanças econômicas e de mercado. (BRASIL, p.260)Felizmente, com muito esforço, dedicação e comprometimento com os valores expostos acima, o PPGEd conseguiu cumprir mais essa etapa.

Acaba de ser firmado um convênio com o Instituto Federal do Norte de Minas (IFNMG) e um Termo de Cooperação Técnico-Científica com a Secretaria Estadual de Educação (SEE-MG), por intermédio da Superintendência Regional de Ensino na cidade de Diamantina (SRE-Diamantina). Esses, frutos de longo processo de diálogos entre os parceiros e o PPGEd, iniciados em 2015, que a exemplo de outras universidades públicas, passou por análises criteriosas das Procuradorias Gerais Federais de cada instituição envolvida, no âmbito federal e pela Administração Pública Estadual em suas diretorias, no âmbito estadual, além de contemplar todos os itens acima citados, garante saúde financeira ao programa, que neste último ano, funcionou praticamente sem recursos, o que impôs desafios enormes a gestão, tendo em vista nossa estrutura multicampi. Todo o nosso recurso, foi gasto basicamente com deslocamento e diárias de professores. Essa nova fase do programa, com a garantia que as vagas disponíveis a toda a comunidade, de ampla concorrência, sejam mantidas com a qualidade que tradicionalmente se conquistou. Assim achamos que com estas parcerias, poderemos viabilizar ainda mais, nossos ideais de educadores e assim dar continuidade a nossa missão de melhorar um pouco mais nossos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.

Coordenação do PPGEd

Contrato de Parceria PPGEd